domingo, 4 de dezembro de 2011

Poesia Molhada


A noite chove
Lágrimas e palavras
Lavam a alma, o corpo, o sentido
Molham o sonho
Inundam o coração
Encharcam a essência inteira
Chove sentimento...





Mara Medeiros

2 comentários:

leovalesi disse...

Mara, de você chover as palavras ganharam lugar na minha emoção. Lindamente, você se abrindo o mundo fica mais bonito. Sorrio contigo, emoção que te li.
Beijos meus...

Toninho Araújo disse...

Chove Mara inteira