terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Revoltação

     Soy revolucionário
    Desde criancita
       Hay que endurecerse
     Mismo sin los afrodisíacos

Um comentário:

leovalesi disse...

Sua cara, querido Toninho, um humor inovado, um poesia recheado de beleza, palavras que não te acham, mas te deixam à mostra para admirarmos! Você é 10, amigo...